10 de julho de 2013

Somos a soma das escolhas e renúncias

Por pouco não apareço aqui com um bolo soprando velinhas... Quase um ano depois e cá estou, tantas coisas aconteceram, que fica até difícil fazer um resumo!
Enfim, entre mudanças, sonhos, projetos e muito trabalho, posso dizer que estou na minha melhor fase! Praticar o desapego nunca foi o meu forte, mas jogar tudo pro alto e abraçar o que realmente me importa, se revelou um prazer incrível!
E hoje o que realmente importa pra mim se resume a minha família, trabalho, amigos e a mim mesma...
Egoismo? De forma alguma, apena passei a não criar tantas expectativas!!  


"Só nos tornamos adultos quando perdemos o medo de errar. Não somos apenas a soma das nossas escolhas, mas também das nossas renúncias. Crescer é tomar decisões e depois conviver em paz com a dúvida. Adolescentes prorrogam suas escolhas porque querem ter certeza absoluta – errar lhes parece a morte. Adultos sabem que nunca terão certeza absoluta de nada, e sabem também que só a morte física é definitiva. Já 'morreram' diante de fracassos e frustrações, e voltaram pra vida. Ao entender que é normal morrer várias vezes numa única existência, perdemos o medo – e finalmente crescemos."

(Martha Medeiros)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blogger Templates by Blog Forum