26 de julho de 2013

Dia dos avós (e da nostalgia)



Sinto muita falta dos meus avós, mesmo não tendo sido tão presente na vida deles... Sinto falta da vó materna que se foi a pouco tempo, dela me perguntando pela enésima vez "que horas são ai no seu relógio?" e indo conferir os outros relógios da casa para ver se estavam todos em sintonia, talvez tentando burlar o Sr. Tempo e o inevitável, ou pegar ele no flagra tentando adiantar o tempo que ainda lhe restava, falta do avô que nem conheci (e do que deixamos de viver) vá entende esse amor... Da vó e do vô paternos que moravam no sul e demorávamos muito pra visita-los, mas sempre que dava, o pai nos levava nas férias de final do ano, íamos de carro, saíamos da Bahia em direção ao Paraná e de longe essas foram as melhores viagens que já fiz!! No caminho parávamos em várias cidades e o pai fazia questão de mudar um pouco a rota para passar por cidades que fizeram parte da história dele... Histórias que pareciam tiradas de um livro!
Lembro de ter me perdido no labirinto em Gramado e um funcionário ter ido me "resgatar" apavorada, do cheiro das hortências em Canela, da grandiosidade das Catarata em Foz do Iguaçu, mas sobretudo ainda lembro do cheiro daquela cuca que só a vó fazia! 
Saudade de tirar pêssego e ameixa do pé, de chuva de granizo e o banho de lama com os primos, saudade de um tempo que não volta, mas eternamente grata por ter vivido... Grata por levar comigo os nomes das minha avós, vó Ana e vó Sofia!!

A todos os avós, um feliz dias!!! 
Aos netos, que aproveitem para curtir muito seus velhinhos!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blogger Templates by Blog Forum